República Portuguesa | Saúde Portal do SNS
farmacia

Os Serviços Farmacêuticos (SF) do Centro Hospitalar do Baixo Vouga, EPE (CHBV) constituem um serviço de apoio direto à prestação de cuidados de saúde. Neste serviço, 30 profissionais garantem que os medicamentos necessários ao tratamento dos utentes das três unidades hospitalares do CHBV (Hospital Infante D. Pedro – Aveiro, Hospital Distrital de Águeda e Hospital Visconde de Salreu – Estarreja) estão disponíveis e são utilizados de forma segura e eficaz.

Os SF têm um conjunto de atividades tecnicamente diferenciada e exercidas por farmacêuticos (FH), técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica (TSDT), assistentes técnicos (AT) e assistentes operacionais (AO) que, articulados entre si, inseridos em equipas clínicas, tendo por base organizacional os SF e por objeto e perspetiva, o doente, permitem a obtenção dos melhores rácios risco-benefício e custo-utilidade da utilização dos medicamentos e outros produtos farmacêuticos, verificando simultaneamente ganhos mensuráveis em saúde suportados na eficácia e eficiência da produção hospitalar.

A nossa linha estratégica está alinhada com o plano estratégico do Conselho de Administração.

A Farmácia Hospitalar com o desenvolvimento das tecnologias de saúde e da evolução dos cuidados de saúde, absorveu muitas atividades, com vista à melhoria da sua eficiência e da qualidade dos seus serviços, tendo como objetivo final o utente e o sistema de saúde.

Os Serviços Farmacêuticos têm um papel fundamental, na utilização dos medicamentos por parte dos profissionais de saúde, mas também dos doentes, a utilizarem melhor os medicamentos, garantindo uma boa utilização e vigilância, bem como uma maior racionalização dos gastos.

À Farmácia Hospitalar, cuja importância se afigura inegável neste contexto, não se deixará de pedir um contributo fundamental, sendo necessário que o farmacêutico hospitalar sinta a necessidade de se estabelecer como um elemento dinamizador de processos de otimização e criador de desempenhos de excelência no âmbito da sua atividade, quer do ponto de vista técnico (preocupação que sempre existiu), como do ponto de vista económico e financeiro (desafio crescente), e porventura social também.

 

 

fatos

Missão

Contribuir para a melhoria da saúde e o bem-estar da população mediante cuidados farmacêuticos especializados, que acrescentem valor ao processo assistencial e promova e permita a utilização Efetiva, Segura e Eficiente dos medicamentos, num sistema nacional de saúde sustentável.

 

Visão

Querer ser uma farmácia hospitalar de referência no seu grupo de hospitais (grupo C), reconhecida pelo seu modelo de prestação de cuidados e boas práticas, pela competência profissional e humanismo da sua equipa, conseguindo cumprir com a Missão do CHBV.

 

Valores

Colocarmo-nos no lugar dos nossos “clientes” e responder como nós gostaríamos de ser tratados, é uma das nossas preocupações. Uma abordagem diferente da Farmácia Hospitalar que apela aos sentimentos e à humanização no suporte na arte de tratar.

Os SF do CHBV têm como valores:

  • O Conhecimento baseado na experiência acumulada, o profissionalismo da equipa humana que constitui o Serviço de Farmácia, sua formação contínua na prestação dos serviços que oferecemos;
  • A Qualidade percebida pelos nossos “clientes”, como motivação e desafio da melhoria contínua na gestão e nos cuidados farmacêuticos;
  • A Atitude do serviço na prestação de serviços aos nossos “clientes”, que tem como “core” a pessoa com doença;
  • A Capacidade e a Inovação para a atualização contínua e da antecipação do serviço perante as mudanças no sistema de saúde;
  • O Humanismo da equipa como elemento chave para o desenvolvimento da sua missão.

 

 

 

 

 

 

 

Os Cuidados Farmacêuticos num serviço de saúde moderno, tem de garantir como uma das suas principais centralidades, o Serviço ao Utente e o compromisso com os resultados da terapêutica individualizada.

Modelo de gestão baseado em processos/ procedimentos, assente na valorização dos recursos humanos, na satisfação dos clientes, orientando para objetivos estratégicos do CHBV, conforme representação esquemática que consta a seguir:

 

peixe

 

Os Serviços Farmacêuticos coordenam e centralizam todos os meios necessários ao cumprimento dos seus objetivos:

a) Prestar cuidados farmacêuticos de qualidade, enquadrados na prestação de cuidados de saúde desenvolvidos pelo hospital, assegurando o cumprimento dos requisitos normativos, legais e outros que os serviços subscrevam;

b) Gerir os processos, respeitando e valorizando as necessidades do utente e de outros profissionais de saúde;

c) Os SF têm um papel fundamental, na utilização dos medicamentos por parte dos profissionais de saúde, mas também dos doentes, a utilizarem melhor os medicamentos, garantindo uma boa utilização e vigilância, bem como uma maior racionalização dos gastos;

d) Participar em Comissões Técnicas e todas aquelas que a lei ou o regulamento interno do CHBV prevejam;

e) Desenvolver projetos e programas para a satisfação das necessidades em saúde e prevenção das doenças;

f) Promover e colaborar no desenvolvimento de ações de investigação científica;

g) Estabelecer relações de parceria com os fornecedores, que se traduzam em ganhos para os utentes, serviço e entidades clientes dos Serviços Farmacêuticos;

h) Garantir a disponibilização das condições e meios de trabalho adequados e em constante atualização tecnológica;

i) Promover a formação e informação dos profissionais, de modo a estimular a constante motivação, qualificação e atualização, para o exercício correto e rigoroso das suas competências;

j) Melhorar continuamente a eficácia do Sistema de Gestão da Qualidade, estabelecendo estratégias de desenvolvimento e otimização dos serviços.

 

A Equipa dos Serviços Farmacêuticos, tem esta organização:

organogramaFarmacêuticos:

• Ana Rocha

• Anabela Madalena

• Cristina Mautempo

• Cristina Paulo Pires

• Jorge Teixeira

• José Miguel Pedro

• Manuela Vieira

• Michele Martins

• Patrícia Barbosa

• Paulo Horta Carinha – Diretor

 

 

Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica – ramo Farmácia:

• Ana Paula Fernandes

• Catarina Costa

• Catarina Lourenço

• Fátima Marinheiro

• Joana Paiva Martins

• José Carlos Bastos

• Maria João Lau – Coordenadora

• Pedro Cruz

• Susana Ré

• Virgínia Cerveira

 

Assistente Técnicos:

• Carla Carreira

• Natália Barreto

• Natália Fernandes

 

Assistentes Operacionais:

• Diogo Pinto

• Fátima Figueira

• Fernanda Vieira

• Maria das Dores Ventura

• Nuno Pereirinha

• Silvina Vieira

 

 

Diariamente, no CHBV…

dia

 

A Arquitetura Funcional do Circuito do Medicamento no CHBV, é representada no seguinte esquema:

 

arquite

 

 

 

Horário para levantamento da medicação:

O horário para levantamento da medicação, é das 9h00 às 18h00, nos dias úteis, com PAUSA de 30 min entre:

• 11h00 e as 11h30;

• 13h00 e as 13h30.

Pelo que durante este período, o serviço se encontra encerrado bem como a emissão das senhas.

No entanto, as senhas emitidas até às 11h00 e até às 13h00, serão atendidas.

Pelo transtorno causado aos nossos utentes, pedimos antecipadamente desculpas.

 

Imagem7

 

 

 

 

Os Serviços Farmacêuticos estão centralizados em Aveiro (Hospital Infante D. Pedro), no bloco 6/8.

Email: servicos.farmaceuticos@chbv.min-saude.pt

Telefone: 234 378 307